Novo Chat Room

Agora todos os fans da Cyndi Lauper no Brasil e no Mundo, poderao manter contato atraves da nova sala de bate papo lancada pelo nosso site.

http://www.meebo.com/rooms

Comentário do Show no Olympia

O Show da Cyndi Lauper no Olympia em São Paulo dia 01/11/94 única apresentação no nosso país foi um enorme sucesso, os portões só abriram às 20 horas como anunciado mas desde manhã a calçada da rua Clélia já estava tomada pelos fãs, foi muito legal, a turma toda do Show de 89 estava lá, rolou um clima de confraternização, todo mundo reconhecendo todo mundo, um astral altíssimo.

Quando os portões foram abertos o coração começou a pulsar mais forte e a adrenalina tomou conta do espaço, às 22:00 horas o Olympia estava híper lotado, cerca de 5.000 fãs gritavam o nome da nossa estrela e se do lado de fora o clima de São Paulo estava quente dentro do Olympia estava fervendo.

Finalmente chegou o momento tão esperado, o auge de toda aquela loucura maravilhosa, foi exatamente às 22:35 horas que Cyn entrou no Palco, sem nenhum suspense, como quem entra na sala de sua própria casa, mas Cyn não precisa de suspense ou trombetas para anuncia-la, bastou ela pisar no palco para que o Olympia fosse ao delírio; gritos; palmas; desmaios, tudo para saudar nossa pequena grande dama. Cyn estava com Blazer e Pantalona escuros com um camisão vermelho por baixo e seu chapéuzinho vermelho ( o mesmo do clip Hey Now).

O Show começou com a arrazante “That’s What I Think” com Cyn tocando flauta impecavelmente, ainda no meio de “That’s What…” Cyn tira o chapéu e deixa amostra sua cabeleira amarela, o pique de “That’s…” segue por todo o Show que foi cheio de grandes momentos, logo no começo ela tira o Blazer e a pantalona e fica só com o camisão vermelho que depois é substituido por um mini vestido também vermelho que valoriza seu corpo perfeito, durante o Show ela toca vários instrumentos: flauta, acordeon, cítara e outros, em “Feels Like Christmas” e “Iko Iko” ela chega a trocar de posição de interprete pela de música fazendo uma deliciosa Jam com sua Banda de primeiríssima, em “Change of Heart”.

Cyn parece voar pelo palco e fica difícil acreditar que ela é uma simples mortal, na inédita “Come on Home” ela começa tocando sua cítara e mostra que entende do assunto, todos gostaram, outra que não é inédita mas era reconhecida para a grande maioria é a belíssima “I’m Gonna Be Strong” que Cyn gravou originalmente em 78 e lançou em 80 com sua banda na época, a “Blue Angel”, todo o poder e a extensão de sua voz Cyn derramou sobre o público que parecia não acreditar que fosse realidade, em “Sally”s Pigeons”.

O destaque foi a interpretação de Cyn, forte e emocionante, também destaque em Sally’s foi a introdução só com violino que ficou linda, outro momento incrível foi quando a Cyn trocou de lugar com uma de suas Backing Vocals, a privilegiada foi Catherine que Cyn apresentou da seguinte forma: “Ela canta como um passáro” e realmente arrasou cantando “Easy” (não é aquela que o Faith No More regravou) enquanto Cyn dava a honra de fazer backing para ela, antes disso Catherine já havia dividido o palco com a Cyn cantando juntas a deliciosa “Dear John”.

A garota realmente tem valor, um dos momentos de grande descontração foi quando começaram a jogar presentes para Cyn, jogaram desde caixinha com lacinho até meia suja mas o que mais chamou atenção foi quando alguém jogou uma camisinha e Cyn gritou com a voz esganiçada “Eu tenho Marido” e logo em seguida aconselhou todos a usarem porque é uma boa maneira de se precaver.

A certa altura do show alguém começou a pedir “Goonies” o coro aumentou até praticamente todos estavam gritando “Goonies, Goonies, Goonies…”, infelizmente Cyn não cantou, ela disse que não gostava da música porque teve uma experiência ruim com ela, o que ficou no ar foi a pergunta “Por que será que ela se desgostou de uma de suas melhores músicas, o que final aconteceu? Mas isso não foi o suficiente para abalar o pique do Show, em “Hey Now” o coro do público que já havia cantado todas as músicas com ela foi ainda mais forte e deu para perceber pela expressão do rosto da Cyn que até ela se surpreendeu.
A música que fechou o Show foi a clássica “Time Afer Time”, toda a Banda com exceção do violinista sentou atrás da Cyn que também estava sentada com sua cítara sobre as pernas, ela tocou cítara e cantou “Time After Time” acompanhada pelo som do violino e o coro das 5.000 vozes que lotaram o Olympia, ao final ela agradeceu o público por tê-la recebido e a Banda tão bem e prometeu voltar fechando com um “OBRIGADA” cheio de sotaque e deixando o coração a alma de todos ali cheios de felicidade.

Cyndi Lauper no Telecine


O ultimo filme realizado pela cantora Cyndi Lauper “Os Oportunistas” estara sendo apresentado pelo canal de tv a cabo, Telecine. Segue abaixo dados complementares sobre o filme e datas.

Classificação Pretendida: 12

Sinopse: Victor Kelly é um ex-criminoso que está tentando levar a vida de forma honesta, trabalhando como mecânico de automóveis. Mas além de ter que sustentar sua filha e tia, dívidas do passado fazem com que ele fique sem escolha quando o chefe de uma gangue o convoca para um último trabalho.

Os Oportunistas Oportunistas, Opportunists, The
USA 2000 – 87:33, Colorido

Qui, 17/01 às 03h10, Sáb, 19/01 às 11h00, Dom, 03/02 às 04h30, Seg, 04/02 as 08h20

Direção: Myles Connell,

Elenco: Anne Pitoniak, Christopher Walken, Cyndi Lauper, Jim Mayzik