Memphis Blues No Topo das Paradas pela 4º Semana

O álbum Memphis Blues continua firme no topo da parada de música blues da revista Billboard pela quarta semana consecutiva, e ainda se mantém nas paradas Independent Albums e Billboard 200. O novo disco de Cyndi Lauper foi lançado dia 22 de junho nos EUA e Canáda e para promovê-lo, Lauper agendou 38 shows para a turnê e ainda diversos programas para televisão e rádio.

Semana 31/07/2010 Semana 24/07/2010 PicoSemanas No Chart 01010104

Semana 31/07/2010 Semana 24/07/2010 PicoSemanas No Chart 26170204

Semana 31/07/2010 Semana24/07/2010 PicoSemanas No Chart 1801232604

Cyndi Compara Beyoncé com Tina Turner

Cyndi Lauper está lançando seu 11º álbum de estúdio e voltando ao ritmo que lhe incentivou a cantar. Memphis Blues é uma virada na carreira da cantora que, a essa altura, pode se reinventar e fazer o disco que bem entender. Para isso, ela deixou a gravadora Sony e foi lançar seu álbum pela Downtown.

Em entrevista exclusiva ao Terra, Cyndi falou sobre blues e Beyoncé. Para ela, a nova diva lembra Tina Turner ainda jovem. Sobre Memphis Blues, ela contou como foi o processo de produção e a possibilidade de voltar ao Brasil.

Terra – Após 27 anos de carreira e 11 álbuns o que um novo disco representa para você? O quanto ele pode ser importante?
Cyndi Lauper – Para mim, a coisa mais importante é ser capaz de fazer música, discos. Sem isso, acho que morreria. Emocionalmente, eu me expresso através da música e isso tem um significado enorme.

Você afirmou em uma entrevista que pretendia fazer Memphis Blues desde 2004. Porque demorou tanto para produzi-lo?
Eu queria fazer um registro de blues enquanto ainda estava na Sony, mas eles não estavam muito interessados na ideia. Jeff Beck e eu queríamos fazer um disco de blues juntos e Donnie Lenner, presidente da gravadora nos Estados Unidos, respondeu “de jeito nenhum”. Uma loucura, não?

Qual a sua inspiração para Memphis Blues?
Vou contar uma história engraçada. Muddy Waters disse uma vez que se o blues tivesse um filho, seria o rock’n’roll, e isso é totalmente verdade. Blues é a base de todos os gêneros populares de música, não só rock, mas r&b e até o pop e este é um estilo que sempre amei ouvir estudar.

Qual é a sua relação com a cidade de Memphis? Afinal, ela dá nome ao disco.
Eu queria fazer um disco em uma cidade americana que fosse famosa pelo blues e os músicos com os quais queria trabalhar estão todos lá, até meu produtor. Achei que seria mais fácil trabalhar lá, e acabou sendo uma escolha fácil no fim.

Você também, afirmou que gostaria de “voltar e reaprender”. O que você achou nesta volta e o que reaprendeu?
Eu sinto que redescobri minha voz. Eu adoro cantar este tipo de música e foi divertido explorar minha voz desta maneira.

Memphis Blues é um álbum diferente na sua trajetória. Quais são suas expectativasa em relação à mídia e a aceitação do trabalho?
Espero que as pessoas gostem! Nós gostamos de fazê-lo…

O que você acha das novas divas pop, como Rihanna, Beyoncé e Lady Gaga?
Elas são todas boas, cada uma a sua maneira. Meu filho é fã de Rihanna, eu amo Beyoncé, que é uma boa performer e cantora – ela me lembra Tina Turner ainda jovem. E Lady Gaga é uma ótima compositora e artista, provavelmente louca por moda e por história da moda como eu.

E o que você acha de música brasileira?
Eu amo música brasileira. Acho que é um dos ritmos que, em qualquer lugar, você tem noção do que é a cultura e o povo brasileiros.

Há alguma chance de você voltar ao Brasil?
Sim. Estamos trabalhando nisso agora. Talvez no fim do ano ou no início do ano que vem eu estarei aí.

Artigo da Redacao do Portal Terra.

Globo Radio with Cyndi Lauper

“Existem poucas cantoras que podem afirmar que suas vozes são totalmente diferentes de toda constelação de astros da música mundial. Mas a nossa homenageada dessa semana com certeza é uma delas.

Personalidade Globo FM Cyndi Lauper, neste sábado a partir do meio dia vamos conhecer mais sobre essa extrovertida cantora que emplacou inúmeros hits nas paradas de sucesso.Seu programa de sábado a tarde já esta garantido.

Personalidade Globo FM Cyndi Lauper. Globo FM, você não ouve, você sente!”

 

Escute Aqui o Programa que foi ao Ar

Memphis Blues 1º na Parada Pela Terceira Semana

O novo álbum de Cyndi Lauper continua forte na parada de blues na revista Billboard conseguindo se manter no topo pela terceira semana consecutiva. A cantora ainda se mantém nas paradas Independent Albums e Billboard 200, além da Blues Albums.

Video de Cyndi agradecendo ao publico pelo support.

 

Cyndi Lauper Fala Sobre Novo CD

Nesta segunda-feira (05) a gravadora LAB 344 disponibilizou em seu canal no YouTube vídeo legendado de Cyndi Lauper, onde ela fala das raízes do blues, do álbum At Last, do processo de criação do disco, e do trabalho com o produtor Scott Bommar.

“Eu queria fazer este álbum desde 2004, e o chamei de “Memphis Blues” para não fazer confusão. O outro eu chamei de “At Last”, quando eu fiz tudo aquilo, e foi realmente um álbum “torch” (de canções de fossa), e eu queria chamá-lo de “Torch”, mas eu percebi que Carly Simon, sicrano, beltrano, todo mundo era “Torch”. Era como se eu fosse fazer minha própria versão “Torch”.

Não! Então eu queria fazer esse álbum, essa viagem de volta. Pra mim o blues é a base… base de tudo para nós cantores. Tudo o que você canta na vida. Eles foram os roqueiros, os jazzistas, eles começaram tudo. Começa lá trás com Ma Rainey, que não inventou o blues, mas o levou para a estrada e criou um gênero. E não era apenas sua música, era o seu estilo.

Ela era conhecida como a mulher dos colares…então, estou usando colares hoje, em sua homenagem. Eu acho que uma mulher que usa muitas jóias…eu consigo me identificar com isso. Ela usava dentes de ouro…ela tinha dente de ouro antes da moda do dente de ouro! E era minha intenção fazer alguma coisa verdadeira, então Josh me apresentou a esse cara, Scott Bommar, que vive em Memphis.

Ele trabalha com esses caras fantásticos que tocam tudo ao vivo. Ele é muito doce, muito talentoso… é maluco pelas coisas de antigamente… Então nós gravamos em uma máquina de 8 canais. Este foi um momento extraordinário para mim como cantora porque eu queria voltar, reaprender. Esse é a música que todos nós começamos a cantar.

Todos os cantores que cantam esse tipo de música. Qualquer música feita hoje veio deles. Eu realmente acho que nasci para cantar blues!”

Cyndi Autografando CD em Toronto

Cyndi Lauper começou nesta tarde de sábado a maratona de dois dias e três eventos oficiais no Canadá. A primeira aparição foi na livraria Indigo Manulife Centre em Totonto/Ontario para uma sessão de autógrafos do disco Memphis Blues. Lauper aparece rodeada por seguranças, muitos flashs e fãs que aguardavam a cantora, agora ruiva. Depois da recepção feita pela anfitriã, ela agradece a presença e fala que tem o show agendado e se desculpa porque vai ter que ser rápido e talvez não possa atender todos que estão no local.