Cyndi Lauper Biografia

A melhor e mais completa biografia em português da cantora Cyndi Lauper só pode ser encontrada aqui. 3 páginas de informações detalhadas a respeito da vida e carreira de uma dos maiores icones pop do mundo.

Ingressos para show de Cyndi Lauper em Curitiba à venda

Após 25 anos de carreira e mais de 25 milhões de discos vendidos, a cantora americana Cyndi Lauper traz a turnê do seu álbum mais recente, “Bring Ya To The Brink”, a Curitiba no dia 17 de novembro. Os ingressos para a apresentação, que acontece no Teatro Positivo, já começaram a ser vendidos, e custam R$ 180 e R$ 220, de acordo com o setor.

A cantora, responsável por hits como “Time After Time” e “Girls Just Want To Have Fun”, volta ao Brasil após 14 anos. Ela se apresentou em território nacional em 1994 e 1989, e desta vez faz um giro por Belo Horizonte (11 de novembro), São Paulo (13), Rio de Janeiro (15), e após a apresentação de Curitiba, segue para Porto Alegre (19).

Serviço
Cyndi Lauper. 17 de novembro, às 21h. Teatro Positivo (R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300). Entrada: R$ 180 (platéia superior) e R$ 220 (platéia inferior). O valor é relativo a meia-entrada, válida para doadores de 1 kg de alimento, estudantes, pessoas acima de 60 anos, doadores de sangue e professores do ensino público e privado. Pontos de venda: Disk Ingressos, pelo site, telefone (3315-0808) ou nos quiosques do Shopping Müeller e Curitiba. Informações: (41) 3315-0808.

Valor sujeito à cobrança de taxa de conveniência
O valor é relativo à meia-entrada, válida para doadores de 1 kg de alimento, estudantes, pessoas acima de 60 anos, doadores de sangue e professores do ensino público e privado.

Auge nos anos 80

Cyndi Lauper chegou ao estrelado em meados dos anos 80, com o lançamento do álbum “She’s So Unusual”. Aos 54 anos, a americana lançou 12 álbuns, 40 singles e vendeu mais de 25 milhões de discos em todo o mundo. Após um hiato de sete anos após o lançamento de “Shine” em 2001, a cantora voltou com canções inéditas no álbum “Bring Ya To The Brink”, lançado este ano.

Fonte: Rede Paranaense

Novo CD de Cyndi Lauper em Maio

O mais novo CD de Cyndi Lauper já tem data certa para lançamento na América do Norte e Japão. O Cd que foi realizado com a colaboração de grandes artistas na arte de mixagem e arranjo, o qual muito deles já realizaram trabalhos com celebridades do nível de Madonna, Cher e Britney Spears.

O novo álbum da carreira da cantora esta sendo aclamado como um dos “melhores” de sua coleção, e promete ser sucesso garantido nas pistas de dança do mundo todo.

“Cyndi Lauper dessa fez não desapontou seus fãns, que estava aguardando por um trabalho único e exclusivo” diz um dos produtores. Abaixo segue a lista das músicas que farão parte do “Bring Ya to The Brink” CD.


 

01. High & Mighty
02. Into The Night Life
03. Rocking Chair
04. Echo
05. Lyfe
06. Same Ol’ Story
07. Raging Storm
08. Lay Me Down
09. Give It Up
10. Set Your Heart
11. Grab A Hold
12. Rain On Me
13. Got Candy( Japan / I-tunes Bonus Track)
14. Can’t Breathe(Japan / I-tunes Bonus Track)

As 100 melhores entrevistas: Cyndi Lauper

Esta manhã eu postei a primeira parte da minha lista das 100 melhores, e Cyndi Lauper ocupa a posição de número 82 em 2007, Lauper produziu e foi a atração principal da True Colors Tour, uma celebração musical para dar suporte a Human Rights Campaign. Foi um grande sucesso e teve participação de grandes nomes, como Debbie Harry, Erasure, Margaret Cho e The Gossip. Atualmente, a cantora esta dando um tempo fora dos palcos para a gravação de seu novo álbum dançante. Eu a acordei em uma manhã para perguntar sobres seus melhores momentos em 2007 e os planos para o próximo ano.

Bom dia, Cyndi! Onde você esta agora?
Hoje eu estou em Connecticut. Eu tenho um estudio onde estou trabalhando.

Bem, nós estamos conversando porque você é uma das pessoas do ano pela True Colors Tour.
Obrigada. Foi realmente muito bom, e nós vamos fazer novamente no próximo ano.

Aquilo foi uma coisa que eu queria perguntar, se aquele evento irá se tornar anual.
Oh, sim. Este ano estou trabalhando com PFLAG e o HRC novamente e a Fundação Matthew Shepard e GLSEN, e estou muito animada. Ano passado, os artistas ajudaram na conscientização da população – realmente isto não é uma grande coisa política, é algo que faz com que as pessoas se unam e comemorem as diferenças, façam as pessoas rirem a tenham bons momentos juntas. Isso traz informação às pessoas, porque a informação é realmente a chave do poder.
Este ano eu fui à Washington e assinei a petição com PFLAG chamada de Linha da Igualdade, e nós traremos isso com a gente. Ano passado, trabalhando com o HRC realmente me esclareceu sobre coisas que eu nem sabia, você sabe, coisas básicas de direitos civis. É interessante aprender sobre o que não é justo e é bom ter estas organizações conosco, de modo que você vai a lugares diferentes e pode encontrar leis e coisas e fazer uma comunidade se sentir mais segura com relação a vida deles.

Quais músicos você gostaria de trabalhar nesta próxima turnê?
É muito interessante, mas não posso revelar os nomes agora. Eu devo anunciar em janeiro. Eu sempre tive vontade de fazer minha própria turnê. É grandioso, porque você sabe que no último ano nós nos alimentávamos juntos, caminhávamos por todos os lados nos bastidores para escutar cada pessoa. Mas também, no final, você se torna uma pessoa de negócios. Eu não sou muito inclinada para os negócios. (Risos) Eu estou melhorando, mas é uma mudança interessante.

Quais foram seus discos preferidos neste ano?
Bem, pelo fato de ter trabalhado juntos, eu realmente curti a banda The Clicks e The Gossip e escutei mais os Dresden Dolls e o Erasure – eu teria uma noite toda com o Erasure – e eu adoro o novo disco do Rufus Wainwright. Ao mesmo tempo, até mesmo o disco de Britney Spears, que é um trabalho excelente, muito bem mesclado. Há outras coisas que estou lembrando e ouvindo também, como, The Last Poets, Gil Scott-Heron e Whitey on The Moon, e coisas deste tipo. Eu adoro alguns trabalhos de dance music também. Em duas semanas eu vou ter o meu disco favorito, e então pode haver uma mudança.

Você tem um iPod e outras tecnologias?
Ah sim! Eu tenho que falar, eu adoro meu iPod, e adoro meu computador. O iTunes em meu computador, é meu melhor amigo, assim como meu iPod é muito importante. Eu realmente gosto da Cesária Évora, ás vezes ligo na música “I Left My Heart In San Francisco”, do Tonny Bennet, mas depende. (Risos) Eu adoro Louis Armstrong, Ella Fitzgerald. Eu escuto Billie, algumas vezes escuto Rickie Lee Jones. (Pausa) Estou falando muito?

Não! Me fale mais sobre o novo trabalho. Quanto você ja trabalhou neste novo disco?
Eu tenho trabalhado desde o ano passado, mas continuei com a turnê durante este trabalho, então fica um pouco difícil para finalizar. Você sabe, existe uma pessoa que escreve ou apenas cria – esta é uma pessoa. E então há um outro trabalho da pessoa que tem que parecer bonito e famoso…… eu ainda tenho dias incrivelmente difíceis. Mas quando você muda novamente…
Eu fui a Europa no ano passado. Eu queria escrever com artistas diversos, então eu escolhi pessoas da cena dance music porque eles tem ritmo. Então, este ano eu fiz uma viajem para a Suécia, e apesar de não estar muito frio e escuro ainda, mas foi fantástico. Eu queria aprender com eles – você sabe, eu trabalhei com Digital Dog na Inglaterra, e com Basemaent Jaxx. Eu estava sendo guiada para Kent – porque é de onde vem o Digital Dog – me pareceu que não somente a Inglaterra me guia para um outro lado da estrada, mas eles também cantam de um outro lado do ritmo.
Eu ainda estou escrevendo as letras, é muito engraçado, porque basicamente voce escreve poemas, e você esta caminhando o dia todo. Você tem um pé aqui lidando com o mundo, e com outro pe você esta rimando. É como eu cresci como criança: eu sempre tinha um pé escrevendo um poema e ou outro tentando ir a escola. Eu não vejo o quanto de mudança teve, você percebe? Eu não visito mais as freiras quando tenho que fazer a tarefa de casa e mostrar a elas os poemas que escrevi e as pinturas. Porque elas costumavam me falar, “Isto é realmente bom, mas onde esta seu trabalho de casa?” (Risos)

Algumas das novas música vai tratar de problemas sociais que você gosta de discutir?
Elas tratam de uma maneira diferente. Eu não peguei um martelo e fui até lá, mas eu conto estórias. Tem algumas músicas sobre coragem, mas você tem que fazer de uma forma diferente, ou acaba parecendo um pregador. Eu tento e escrevo de uma forma para que as pessoas se sintam melhor em uma situação, ou sobre elas mesmas, ou tento manter como uma experiência de vida. Algumas letras são apenas para se dançar e se divertir. Quando estava em uma peça da Broadway em 2006, meu amigo Alan Cumming e eu, e muitos de nós da peça teatral saiamos para dançar….. eu queria continuar cantando para meus amigos, então eu achei divertido fazer alguma coisa com ritmo. E mais, eu acho que agora é a hora de trazer a tona a vitalidade do ritmo.

Então qual será seu objetivo para 2008?
Quero finalizar este cd e fazer o lançamento na hora certa. Tenho então que estar pronta para a turnê, e entre esse trabalho tenho que estar com minha família. É muito interessante quando você desperta para a vida, oque você deseja e espera será sempre completamente diferente do que realmente acontece e quem você é. Embora você possa ter ambos, e eu certamente tenho. Mas não é como o romance Auntie Mame, eu te darei aquilo,. Não é mais sobre você, é sempre sobre seus filhos. É uma vibração completamente diferente. É uma coisa bem balanceada, entende? É o que eu espero para 2008, que eu possa equilibrar tudo muito bem.

Você me parece que esta fazendo um excelente trabalho. Obrigado por acordar cedo e conversar comigo. Você pode retornar a cama, se assim desejar.
Não, eu vou fazer uma caminhada. Ontem eu fui caminhar e estava escrevendo uma canção em minha mente, e eu fiz uma coisa errada. Enquanto eu caminho, eu penso, “Oh, eu tenho que retornar a estrada a qualquer minuto agora.. E garota, estas casas são boas! Por que eu não percebi isto antes? E eu era como, “Oh, sim. Porque você esta caminhando para Bedford!” Sim, e isso é muito mais”. (Risos)

Publicado dia 17 de dezembro de 2007

Cyndi Lauper Cancela Show no Brasil e América Latina

Após rumores que o show da Cyndi Lauper que havia data marcada para Outubro desse ano em São Paulo no Brasil, o Cyndi Lauper Site contactou a gerende de relações da cantora que nos informou que o concerto foi cancelado na América Latina. A gerente disse que o principal motivo foi o adiamento do CD que era previsto para o lançamento no verão americano desse ano e que a turnê era parte da promoção mundial do novo álbum. A representante informou tambem que novas datas poderão ser anúnciadas no próximo ano. Infelizmente devido a razões contratuais e de marketing, o novo disco de Cyndi Lauper teve que ser adiato mesmo já estando pronto. Não será dessa vez que os fãs Brasileiros terão a oportunidade de ver essa diva nos palcos do Brasil.