Parte II

O Primeiro single do álbum “Girls Just Want To Have Fun” demorou para alcançar sucesso, mas chegou a ser #2 nos EUA e Inglaterra e ficou em 1.º lugar na Austrália e Japão. Nos EUA ela alcançou o 1.º lugar com “Time After Time”. O álbum chegou ao #4 nos EUA e #3 na Austrália, vendendo mais de dez milhões de cópias no mundo. Até o fim de 1984 Cyndi ainda colocou no Top 10 da BillBoard “She Bop”, “All Through The Night” e “Money Changes Everything”, ganhou vários prêmios: Cantora do Ano, Melhor Vídeo, Revelação, etc; além de inúmeras indicações ao Grammy, ao MTV Awards e ao American Music Awards e foi eleita Mulher do Ano. Apareceu na trilha sonora do filme The Goonies de Steven Spielberg em 1985 com o sucesso (#10 nos EUA e #8 na Holanda) “The Goonies’r’Good Enough”. No mesmo ano participou do USA For África. com She’s So Unusual, descobria-se uma estrela nova do rock.

Com aquele pique, aquela voz – já era tudo tão bastante… mas não para ela! Tanto que com seu novo álbum True Colors, ela mostrou uma outra Cyndi Lauper. Uma melhor ainda: uma Cyndi mutante, em evolução, aperfeiçoando tudo o que já fazia bem e somando seu talento nos arranjos e na produção do álbum. Isto acabou provocando, em quem ouviu o trabalho, a sensação de que algo de novo estaria para acontecer com ela: “Quero chegar nas pessoas que batalham todo santo dia, naqueles para quem a maior conquista é conseguir construir alguma coisa, conseguir viver um dia atrás do outro. Por isso escolhi ser suave. Agora, se suavidade é confundida com frescura, o problema não é meu.”

Este álbum foi um aviso sério no que dizia respeito às escolhas e capacidades de Cyndi como cantora. “True Colors”, o primeiro hit de 1986, chegou ao 1.º lugar nos EUA e “Change of Heart” foi #3 na BillBoard. Neste álbum, que chegou ao 1.º lugar na Austrália e Brasil e #4 nos EUA, ainda tinha “What’s Going On” excelente regravação de Marvin Gaye que chegou ao #12 na Billboard. Apesar dos destaques serem feitos “em cima” não se pôde deixar de sublinhar o soberbo aproveitamento da fusão de “What’s Going On” com “Iko Iko”, as duas canções que Cyndi “desenterrou”, além da forte presença de outros gênios como Nile rodgers, Billy Joel e Adrian Belew. “A única coisa que me interessa é fazer o que gosto com quem gosto. Não poderia ser criativa se fosse premeditada. Pronto: gosto de fazer o que me dá na cabeça!”

Com mais de 15 milhões de discos vendidos Cyndi lança o vídeo Live in Paris, com o show que realizou naquela cidade em 87 – para a HBO. Este vídeo lhe rendeu uma indicação ao Grammy.
No ano de 88 lançou “Hole In My Heart” tema de seu primeiro filme Vibes (que não obteve sucesso). Este single não foi bem nos EUA (#54) mas chegou ao 6.º lugar na Austrália e 8.º na Nova Zelândia. No mesmo ano participou de uma oficina de compositores americanos na União Soviética, juntos lançam o álbum: Music Speaks Louder Than Words onde há “Cold Sky” feita por Cyndi Lauper. “Estou me sentindo como se fizesse parte da marinha mercante”. Cyndi tornou-se bem mais do que um personagem único na atmosfera pop, que surge aparentemente do nada para arrebatar a capa da Rolling Stone: ‘Cyndi virou uma celebridade’. Apesar da excelente venda dos álbuns anteriores e de sua intensa presença em todos os playlists de praticamente todos os formatos de FM e na MTV – uma conquista triunfal para qualquer artista que se pretenda popular – Cyndi havia se tornado uma prisioneira de sua própria fama. Celebridade era a última coisa que Cyndi pretendia ser.

Foi preciso a viagem à União Soviética e um atraso considerável na realização de A Night To Remember, para que Cyndi se sentisse confiante o suficiente para lançar este seu terceiro álbum. “Quando penso em tudo que aconteceu comigo, parece um livro. Não parece a vida real – tudo aconteceu de verdade. Acho que tive muita sorte. muitas coisas poderiam ter acontecido comigo e minha vida poderia ter tomado rumos diferentes. Mas parece que eu tive um anjo da guarda que me disse: ‘não, você deve ir por esse caminho’. E eu fui.”

Novamente Cyndi tem um grande sucesso, dessa vez com “I Drove All Night” #6 nos EUA, #7 na Inglaterra e #10 na Austrália e Nova Zelândia e novamente uma indicação ao Grammy. Mas o ano seguinte não foi muito bom, pois seus outros quatro singles, todos lançados no início de 90, não foram bem e o álbum não passou do #37 nos EUA (mas obteve o nono lugar na Inglaterra – o que iniciou uma inversão: Cyndi passou a fazer mais sucesso na Inglaterra do que nos EUA). Ainda no ano de 1989 Cyndi regravou “Across The Universe” para um álbum comemorativo aos Beatles. 1990 marca sua primeira excursão mundial (passando pelo Brasil).

Em 1991 Cyndi foi convidada para participar da nova versão de The Wall, ela cantou “Another Brick On The Wall”; participou de seu segundo filme Off and Running (para ele Cyndi compôs “The Only One”) e casou-se em novembro com David Thornton. No ano de 1992 é lançada somente na Europa “The World Is Stone”, faixa da trilha do musical Tycoon, que fez grande sucesso: #3 na França e #15 na Inglaterra. Hat Full Of Stars chega em 1993. O álbum é comemorativo aos seus 10 anos de carreira solo, conta com a participação de diversos convidados: músicos que trabalharam com Cyndi no passado (caso dos Hooters, por exemplo). “Who Let In The Rain” e “That’s What I Think” ficam entre as 30 melhores na Inglaterra. Mesmo sendo este seu mais aclamado álbum, não rendeu à Cyndi sucesso comercial.

O sucesso seria recuperado no ano seguinte com a coletânea Twelve Deadly Cyns… And Then Some, que chegou ao 2.º lugar na Inglaterra. O primeiro single “Hey Now” alcançou o #4 na Inglaterra e #5 na Nova Zelândia. Os outros dois “I’m Gonna Be Strong” e “Come On Home” ficaram novamente entre as 30 melhores na Inglaterra. “Não esperava que esse disco fizesse tanto sucesso, pois é uma antologia. Procurei reunir meus maiores sucessos e incluí a música “I’m Gonna Be Strong” que gravei com minha banda Blue Angel, em 80. Resolvi gravar também a versão de “Girls Just Wanna Have Fun” feita para meus shows. Acho que música é uma coisa viva, por isso não queria mostrar só canções antigas. Há outras pessoas me ouvindo agora. Quando me apresentei no Gay Games tive a idéia de chamar drag queens para o clipe de “Hey Now”, mas não queria só drags glaurosas. Acabei chamando as que se pareciam com gente de verdade e me senti muito honrada com a participação delas na minha apresentação. Foram as pessoas mais profissionais com quem já trabalhei.” Este clipe promoveu seu 2.º vídeo lançado no mercado, no início de 95, Twelve Deadly Cyns – coletânea com praticamente todos os seus clipes. Nova excursão mundial e mais um show no Brasil.

Em 1996 Cyndi realiza, numa casa no estado de Nova York, seu quinto álbum. “Queria gravá-lo em minha casa, mas não caberia toda a equipe. Então encontrei uma casa com quartos para o estúdio e para todos dormirem. Moramos lá entre maio e julho de 1996.” “Saí andando com uma Polaroid pelo jardim da casa em Tuxedo Park e tentei juntar pedaços da minha vida. Colocamos fotos da casa no encarte e como guardo todos os meus sapatos desde os tempo de colégio, resolvi incluí-los nas fotos.” E Sisters Of Avalon, com a parceria de Jan Pulsford (ex-Tompson Twins), saiu no fim de 96 no Japão.

Este álbum foi lançado no início do ano seguinte em todo o mundo. Seu primeiro single “You Don’t Know” que conta com o guitarrista do Bush (Nigel Pulsford, irmão de Jan), ficou entre as 20 melhores na Inglaterra. Ainda neste ano foi lançado o single da faixa título. Em 1997 Cyndi inicia sua 3.ª turnê mundial ao lado de Tina Turner, mas interrompe-a por causa de sua gravidez. Mesmo assim esta turnê ficou entre dez mais rentáveis nos EUA. O terceiro single “Ballad Of Cleo & Joe” foi lançado sem sucesso e no fim do ano nasce Declyn Wallace seu 1.º filho. Agora em 1998 Cyndi participou com duas canções do álbum Largo e regravou “Disco Inferno” antigo sucesso de Tina Turner para a trilha da comédia The Night Of Roxyburrys. No fim do ano sai Merry Christmas… Have a Nice Life, seu sexto álbum – feito somente de canções natalinas, sendo que oito delas foram compostas por Cyndi. Este é o seu último trabalho pela Sony Music.

Prosseguir para a terceira parte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *