Cantora anuncia gravidez e começa turnê pelos EUA com Tina Turner

Cyndi Lauper espera seu primeiro filho aos 42 anos.

A cegonha deveria receber salário dobrado. Nos últimos meses, trabalhando feito doida, distribuiu rebentos entre astros e internacionais. A megastar Madonna, o casal Antonio Bandeira e Melanie Griffith foram brindados no ano passado. Em fevereiro nasceu Prince, o bilionário herdeiro de Michael Jackson. Agora quem anuncia sua gravidez é a cantora Cyndi Lauper, de 42 anos de idade. “Tenho a sensação de que esta criança vai entrar para universidade, se demorar mais”, declarou a cantora, em sua 11a semana de gravidez. Cyndi Lauper começa hoje uma turnê americana ao lado de Tina Turner.

Considerando um dos melhores trabalhos de sua carreira, a futura mamãe acaba de lançar seu álbum Sisters Of Avalon, em que faz uma homenagem à forma feminina. É um trabalho maduro, talvez devido à proximidade da maternidade. Ao lado das tradicionais baladas e canções pop, o disco mistura vários estilos, como trip hop, dance music e até jazz.

Cyndi Lauper teve grandes momentos de glória. Seu àlbum She’s So Unusual, de 84, foi dos mais vendidos na época, rendendo-lhe indicações para vários prêmios Grammy. A música Girls Just Want To Have Fun virou hino entre a moçada e seu estilo, rebelde e irreverente, foi imitada por muitas, Madonna foi a mais bem-sucedida delas.

A ex-rival de Madonna ressurge em álbum no qual mistura techno, exotismo e rock

Cabelo multicolorido e um visual à La Janis Joplin, Cyndi Lauper era a rival de Madonna no inicio dos anos 80. Assim como acontece hoje com Alanis Morissette , ela foi a sensação de 84. Músicas como Girls Just Want To have Fun e Time After Time tocavam sem parar e tudo indicava uma carreira plena de sucesso para a novata que tomou conta das paradas com She’s So Unusual , o disco de estréia, que vendeu mais de 10 milhões de cópias. Mas as coisas não foram assim e Cyndi Lauper tenta outra vez, depois de Ter atacado de diretora de vídeos e até de atriz. E de Ter feito sucesso com Twelve Deadly Cyn’s, uma coletânea requentada que saiu há dois anos.

Sisters Of Avalon, o disco novo, segue as linhas do ecletismo. Na crise da meia idade, Cyndi atira por todos os lados. Reuniu um time de excelentes músicos, vindo de diversos países. E chamou o produtor Mark Sanders, conhecido pelo trabalhos com os modernos Tricky e Neneh Cherry. E ela assina todas as faixas, a maioria em parceria com Jan Pulsford. Resultado: é um bom disco, apesar de indefinições. E a voz deliciosa da moça continua um capítulo à parte.

A faixa-título é uma espécie de evocação.. Ballad Of Cleo & Joe é quase um Funk nervoso, misturado com música irlandesa e Fall Into Your Dreams uma balada poderosa. Nada demais, You Don’t Know é marcada por órgão e guitarras. Surpresa, Love To hate segue pelos rumos do rock alternativo com suas guitarras nada comportadas. E Unhook The Stars é hip hop que abre caminho para faixas marcadas pelo exotismo, como Searching e suas batidas orientais. Mother traz citações de músicas de Yma Sumac e abre espaço para vocais exóticos e batidas mais ligadas a world music, como Fearless, balada suave ao estilo new age, que acaba com barulho de trovões.

A Techno Brimstone and Fire tem uma levada gostosa, remete a um balanço que chega a lembrar os melhores momentos da cantora. E a Say a Prayer é a melhor balada, com letra meiga, trechos falados e uma batida moderna. E ao final, como faixa extra, uma gostosa brincadeira de estúdio traz a gargalhada de Cyndi Lauper.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *